Obrigado pela visita!

Cel e whatsapp : 11 9 9606 3420  I  Tel: 11 2339 6744   francine.eisbelavista@gmail.com

  • YouTube Social  Icon
  • Facebook App Icon
  • Instagram App Icon
Experiência e formação

Francine Machado de Mendonça

Francine é contadora de histórias, escritora infanto-juvenil e arte-educadora. Sua formação principal é artes cênicas (licenciatura) e jornalismo (bacharelado) além de pós-graduada em contação de histórias e demais cursos de atualização em artes, literatura e educação. 

Realiza contações de histórias em programas de TV e digitais, festas infantis e de adultos, colégios, centros culturais, livrarias, brinquedotecas, parques, organizações em geral, lojas de brinquedos e Sescs, atuando em festas e formações. Também faz contações personalizadas para ocasiões especiais e escreve / divulga projetos culturais. Também cobre e divulga eventos culturais como jornalista.  

Formação

  • Licenciatura plena em Artes Cênicas na Faculdade Paulista de Artes em 2011;

  • Bacharelado em Jornalismo na Universidade Metodista de São Paulo em 2000.

  • Pós-graduada no curso A Arte de Contar Histórias n'A Casa Tombada/ Facon, defendendo artigo sobre como as narrativas das vlogueiras ciberfeministas contribuem para o empoderamento das "feministas analógicas" e podem ser a retomada da narração de experiências, que Walter Benjamin avaliava que estavam se extinguindo.

  • Estudou danças brasileiras na Escola Livre de Dança de Santo André, ensaiou com o Bloco Deságua do Heliópolis e se apresentou no Bar Presidenta.

Como contadora de histórias

  • Narrou a história afro Canção da Chuva, do livro Volta ao Mundo em 80 Histórias, no programa Quintal da Cultura, em junho de 2018.

  • Fez narração dramatizada de histórias com atividades artístico-pedagógicas para crianças, jovens e adultos em projetos no BiblioSesc São Caetano e no Sesc Registro em parceria com a atriz e oficineira Tatit Brandão.  

  • Realizou contação de história em espanhol em escolas bilíngues indígenas argentinas do projeto Oralidad Escrita, participando do lançamento da coletânea de lendas indígenas escritas pelos estudantes, pais e professores no Museu do Imigrante, pelo edital IberCultura, da Organização dos Estados Americanos. 

  • Fez narrações nas livrarias Cultura, Cortez e da Vila, bibliotecas Viriato Correia, Hans Andersen e Álvaro Guerra, Associações Novolhar, AACD e Recotece, em biblioteca e projetos sociais do Heliópolis

  • Realizou festa corporativa com tema de sustentabilidade da Fundação Toyota,

  • Fez oficina e contou histórias na loja de brinquedos educativos Feito a Mão, Parque Augusta, festas infantis, centros culturais IBEP e ID, teatros Unifesp, Real e Sonalo Trindade.

  • Participou de feiras literárias, eventos de Dia das Crianças e cursos de férias, muitas deles em parcerias com editoras e livrarias Cosac Naify, Melhoramentos, Jeito de Aprender e Livro Fácil, dos colégios Santa Clara, Parthenon, Bakhita, Ressurreição, Civitatis, Colégio de Aghape, Rio Branco, Objetivos, Xingu, da PM, Beatíssima, Trem Azul e Paulistinha (Unifesp).

  • Fez contações de histórias para professores, coordenadores, estudantes jovens e adultos na volta às aulas e no dia das mulheres durante os debates de atualização do currículo, troca de experiências pedagógicas e reuniões pedagógicas semanais em escolas e centros de formação em Santo André.

  • Narrou contos e lendas no Espaço Tempo, no Espaço de Leitura do Parque da Água Branca e na Galeria Olido, durante o Encontro Internacional de Escritores Africanos, em parceria com os músicos Marcellus Meireles e Stef Leal.

  • Narração dramatizada nas iniciativas Virada Educação Jd. da Saúde e Bike Arte da Luz.

Como escritora

  • Lançou o livro infanto-juvenil A Pirueta da Bailarina Fofinha na Bienal em agosto de 2018, pela editora Scortecci, que trata dos sonhos infantis, gordofobia, persistência das crianças no que desejam e estímulo dos professores para que os estudantes alcancem o que querem. Participou com a obra na Semana de Literatura de Santo André, em parceria com a Copacessa, na Câmara de Vereadores da Cidade.

  • Publicou também o infanto-juvenil Guardião da Cidade pela Editora Evoluir. Foi lançado narrando a lenda indígena O Surgimento da Noite na 5ª Feira Indígena no Parque Chico Mendes, promovida pela ONG Opção Brasil. 

  • Foi entrevistada pelo Blog Quem Vai Ler Pra Mim, da editora Brinque Book, Lugar de Fala, Amor à Literatura e à Educação e jornal Diário do Grande ABC.

  • Participou de oficinas literárias na Casa das Rosas, Museu Lasar Segall e na Pinacoteca de São Bernardo.

  • Fez parte das coletâneas literárias Prosapoemas, Meninas Super Poéticas IV e Enredos & Desenredos, das editoras Guemanisse e Beco dos Poetas. 

Como atriz

  • Atuação e dramaturgia no trio Afrodite´Ato para o Movimento das Mulheres do Heliópolis;

  • Improvisação no projeto Mexidas na mostra A Ordem do Caos do Centro Cultural do Jabaquara e Minhocão;

  • Produção, roteiro e atuação no curta Ato de Despedida;

  • Atuação nos drama, comédia e musical na mostra da Faculdade Paulista de Artes no Teatro Ruth Escobar, com direção de Marcelo Braga, Jairo Maciel e Daniel Gonzalez,

  • Teatro de rua com Cia Estável no Arsenal da Esperança;

  • Teatro empresa pela Cia Estrela na Saint Gobain;

  • Teatro Escola Infantil no Arujá, com a peça Terra Viva, pela produtora TeArts

  • Esquete em espanhol no Viga Espaço Cênico, na Formação El Tablado

  • Participação na seleção stand up no Teatro Folha;

  • Improvisos e estudos de Teatro do Oprimido nos encontros da Rede Sem Fronteiras de Teatro do Oprimido em Salvador, Campinas e Santo André.

  • Fez locução narrativa para animação do Shopping Sumaúna, de Manaus, com direção e edição  da produtora Baticum.

Como educadora

  • Aulas de artes visuais, cênicas, danças e músicas para Ensino de Jovens e Adultos

  • Oficinas de Literatura e Arte para crianças no Projeto de Iniciação Artística (Piá) no CEU Caminho do Mar, em parceria com o músico Marcelo Lavrador.

  • Projetos de cordel, machismo com Teatro do Oprimido, Saúde e Política para o EJA II de Santo André.

     

  • Capacitação em arte e literatura para professoras infantis, pelo edital IMPAES, com formação pelo Cenpec

  • “Aulas de biblioteca” unindo literatura e arte nas bibliotecas infantil e Padre Moreau do Colégio Santa Maria

  • Aulas de artes para crianças e adolescentes do fundamental II e médio na Escola Estadual Padre Antão

  • Aulas de teatro para adultos na Anhanguera pela Cia Extra de Teatro Emocional;

  • Aulas de redação para adolescentes e adultos nos cursinhos comunitários pré-vestibulares da ONG Educafro na escola Campos Sales, no Heliópolis e do Movimento Humanista no Colégio Brasílio Machado, na Vila Mariana;

  • Aulas de inglês no Parque da Juventude, pela English For Life, usando improvisação para fixar a gramática;

  • Oficinas de Arte e Cidadania para a Fundação Criança de São Bernardo

  • Aulas particulares de inglês e redação;

  • Aulas de conversação e gramática pela Practical English Course nas empresas Petróleo Ipiranga e Banco de Tokyo Mitsubishi